Frio pode ter causado morte de moradores de rua em São Paulo Portal EBC


Imagem do Climatempo mostra frente fria avançando sobre o SUDESTE



Dois homens em situação de rua morreram hoje (21) em São Paulo, quando foi registrada a madrugada mais fria do ano. De acordo com o padre Julio Renato Lancellotti, da Pastoral do Povo da Rua, eles não tinham sinais aparentes de violência, por isso há suspeita de hipotermia.


“Moradores de rua podem ter uma patologia preexistente, uma doença cardíaca, pulmonar, hepática e se expõem à baixa temperatura sem uma proteção, sem agasalho”, disse o padre. Os homens ainda não foram identificados.

Um dos corpos foi encontrado próximo ao terminal de ônibus Parque Dom Pedro e o outro estava na Avenida do Rio Pequeno. Eles foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), que vai investigar a causa das mortes. A Secretaria Estadual da Segurança ainda não se pronunciou sobre o caso.

A pastoral pede ajuda à população, pois está com baixo estoque de cobertores e roupas de frio. Doações podem ser levadas para a Casa de Oração, na Rua Djalma Dutra, número 3, no centro, e para a Paróquia São Miguel Arcanjo, na Rua Taquari, número 1.100, no bairro Belém.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a cidade de São Paulo registrou hoje, às 6 horas, a menor temperatura do ano, de 9,6 °C. A queda nas temperaturas chegou no sábado (19) com a intensa massa de ar frio e seco de origem subpolar.

A previsão para os próximos dias é que a massa de ar frio se desloque lentamente para o oceano, perdendo intensidade, provocando aumento gradativamente das temperaturas. Os dias devem ser ensolarados e com poucas nuvens.
 



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!