DUDA Fumacinha é assassinado! Ex-candidato a vereador em Contagem (um dos mais votados) foi alvejado quando ia adesivar carro para candidatura do pai Portal VozdoCLIENTE


Fotos: WhatsApp



A polícia foi acionada por volta das 16h30 para atender uma ocorrência no Bairro Belo Vale em São José da Lapa, MG.

Ao chegar ao local os policiais depararam com um carro batido em um muro e cheio de marcas de tiros principalmente no vidro dianteiro e com uma pessoa, já falecida, no seu interior.

Ao conversar com os sobriviventes do ataque a identificação da pessoa foi revelada: Carlos Eduardo de Almeida, de 39 anos, também conhecideo por Duda, ex-candidato a vereador em Contagem/MG.

Duda era responsável por um projeto social na Vila Maribondo, o "Fumacinha, fazendo sua cabeça", que promove eventos para envolver jovens e tirá-los do mundo das drogas.

Mas a vida de Duda era controvérsia, ele foi preso em 2009 acusado de chefiar o tráfico de drogas na região e também suspeito de dois homicídios.

Mas Duda foi muito bem aceito nas comunidade por onde andava, ele foi, por várias vezes candidato a vereador em Contagem em MG e muito bem votado: Pouco antes de sua prisão, ele recebeu 2.455 votos e, na última eleição de 2016 teria sido eleito com folga, já que recebeu 3.455 votos, mas teve sua candidatura indeferida pelo TRE.

As primeiras informações davam conta de que Duda estava indo ao um lava-jato para adesivar o carro em prol da candidatura do pai e marcou um encontro com uma pessoa e estava no carro com dois rapazes e uma mulher, quando foi surpreendido por outros quatro homens que vinham atrás, em outro veículo. Um deles, suspeita-se de que seja uma pistola de calibre 9 milímetros, desferiu vários disparos contra Duda, que morreu no local.

As demais pessoas que o acompanhavam não sofreram ferimentos.

Rastreando as conversas por meio do whatsapp, a Polícia foi até o local onde Duda teria o encontro, e confiscou o celular do homem que também foi levado à delegacia para prestar depoimento.

A polícia espera que informações de pessoas e câmeras de segurança das ruas próximas ajudem a elucidar o caso mas, até o momento, a motivação e autoria do crime são desconhecidas.

A Polícia Civil de São José da Lapa deve ser a encarregada do caso


Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!