O que é faixa de Aceleração e Desaceleração? Flagrantes povo fazendo TUDO errado. Perigos, dicas e como usar? [Portal VozdoCLIENTE]

O que é faixa de Aceleração e Desaceleração? Flagrantes povo fazendo TUDO errado. Perigos, dicas e como usar? Geral (Fonte indicada)




Do site/canal Moro mesmo no meio da RUA - TV NMR:

Olha o que os motoristas aprontam e sabem (nem sempre) como usar a faixa de aceleração e desaceleração nas pistas. Usei trechos da BR 040 (Trevão) e da BR 135 (inclusive Trevo de Curvelo) para demonstrar e explicar esse mistério que assombra a humanidade atrás do volante. Aprenda, ensine, passe adiante!

A pedidos de usuário do canal fizemos este vídeo mostrando como usar este item essencial, principalmente em rodovias.

Viajar é muito bom. Mas um ponto crucial da viagem é entrar e sair de rodovias.

O texto abaixo, do artigo/Projeto Geométrico de Rodovias 2ª edição, de autoria de Pimenta, Carlos R. T. e Oliveira, Márcio P. fala um pouco mais sobre o assunto

Ao sair (momento de desaceleração), tem-se o medo de que algum veículo possa chocar na traseira e ao entrar existe a insegurança de conseguir uma brecha suficiente para que em um curto intervalo de tempo se possa ingressar e alcançar a velocidade diretriz da via (momento de aceleração).
Uma forma de se aumentar a segurança nessas situações, é a utilização de faixas de aceleração e desaceleração.
As faixas de aceleração e desaceleração são faixas de trânsito projetadas exclusivamente para que a entrada (convergência) ou saída (divergência) de veículos, em uma via principal (rodovias, por exemplo) possam ser feitas de modo seguro e satisfatório para as operações de tráfego.
Enquanto a faixa de aceleração possibilita que o tráfego que está entrando em uma via principal aumente a sua velocidade até um valor que se aproxima daquela que irá encontrar nesta via (velocidade diretriz), a faixa de desaceleração possibilita ao tráfego que está saindo, reduzir sua velocidade de acordo com as restrições do alinhamento do ramo (velocidade da curva de saída), sem prejudicar o tráfego de passagem da via principal.

E, ao contrário do que muita gente pensa, as faixas devem ser cuidadosamente projetadas e calculadas, tanto considerando a largura da pista como a velocidade empreendida principal bem como o comprimento e ponto de entrada e saída. Mas... tem lugares que sequer se preocupam com a existência delas ou, o motorista

Uma faixa mal feita, pode, por exemplo, terminar em uma curva sem a devida sinalização e então provocar acidentes em vez de evitá-los.

Assista! Aprenda e passe adiante.


Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Anúncios [2459 - desktop]



Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!