Faculdade de Medicina da UFMG recruta jovens para testar novo medicamento contra HIV [Portal VozdoCLIENTE]

Faculdade de Medicina da UFMG recruta jovens para testar novo medicamento contra HIV Geral (Fonte indicada)





Pesquisa da Faculdade de Medicina sobre a Profilaxia Pré-exposição ao HIV (PrEP) terá nova etapa. Após comprovada sua eficiência na prevenção ao HIV em adultos, o medicamento também será testado em jovens de 15 a 19 anos, que são mais vulneráveis à infecção pelo vírus. Para a nova etapa do estudo, os pesquisadores estão recrutando participantes nessa faixa etária, sobretudo homens que fazem sexo com outros homens, gays e mulheres trans.

O objetivo é certificar a aceitabilidade e implicações da PrEP entre os jovens. Em dez anos, o índice de detecção de aids quase triplicou na faixa etária de 15 a 19 anos. De acordo com o Ministério da Saúde, os casos saltaram de 2,4 por 100 mil habitantes, em 2006, para 6,7, em 2016. “Queremos entender, de forma mais sistemática, se esse grupo vai aderir à PrEP, se o número de novas infecções será reduzido, se esses jovens continuarão a usar outros métodos preventivos para as demais infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e quais são os efeitos colaterais”, explica o professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG Unaí Tupinambás, um dos coordenadores da pesquisa.

Os resultados da pesquisa deverão subsidiar a formulação de políticas públicas para essa faixa etária e para a expansão da oferta do medicamento, atualmente disponibilizado para pessoas acima de 18 anos com risco acrescido da infecção pelo HIV. De acordo com o professor Unaí, o objetivo é recrutar 200 jovens até o fim de novembro. Os voluntários serão acompanhados no Centro de Referência da Juventude de Belo Horizonte



Veja a reportagem na fonte.



Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias