NOTÍCIA verificada: Pai de nove filhos pede divórcio no Piauí ao descobrir que era estéril? [Portal VozdoCLIENTE]

NOTÍCIA verificada: Pai de nove filhos pede divórcio no Piauí ao descobrir que era estéril? Geral (Fonte indicada)





O boato

Uma foto publicada, cuja origem não pudemos precisar e que na verdade mostra 7 crianças vem circulando na internet com a seguinte notícia: "Pai de 9 filhos descobre que é estéril e pede divórcio no Piauí".

Não há, até o fechamento desta notícia, qualquer informação que aponte para a veracidade do fato acima. Ao que tudo indica tal notícia é uma distorção - até porque os textos dos fatos são muito assemelhados - da notícia do fato verídico, relatado no jornal Al Massae e repulicado pelo El País (VEJA ABAIXO).

Ao que tudo indica até aqui, a família da foto nada tem a ver com a notícia e se trata de mais uma fakenews.

Aliás, esta notícia está circulando com algumas variantes desde 2018, umas citam o nome Romildo Batista, morador da cidade de Sobral-CE outras, citam Francinaldo, de Picos-Piauí Piauiense de 49 anos.

A verdadeira notícia

Um marroquino casado há 35 anos pediu para se divorciar da mulher depois ter ficado sabendo que nenhum dos nove filhos que teve é dele. Não podem ser, pois o médico diagnosticou que ele é e sempre foi estéril, como informou o jornal Al Massae. O pai todavia legítimo denunciou a esposa por adultério (considerado delito punível no Marrocos) porque deseja renunciar à tutela dos filhos.

Professor de profissão e morador de uma rica região ao norte de Rabat, capital do Marrocos, o homem foi há alguns dias a uma consulta no urologista. Queria que o médico o tratasse de uma doença parecida com a varicela que tinha no testículo direito. O até então pai de nove crianças explicou ao médico que carregava a doença havia muitos anos e que, aparentemente, não lhe havia causado nenhum transtorno.

Mas o urologista não compartilhou sua opinião. Depois de realizar exames, determinou que, sem dúvida alguma, o homem era estéril e o motivo de seu transtorno de fertilidade estava claramente ligado ao cisto testicular de que padecia. O jornal marroquino Al Massae, que publicou a notícia, afirmou que teve acesso ao relatório médico que detalha o diagnóstico do urologista.

Depois de saber o resultado dos exames, o homem apresentou uma queixa por adultério, admitindo que os nove filhos que compartilhava com a esposa não eram dele. No Marrocos, o artigo 491 do Código Penal prevê até dois anos de prisão para qualquer pessoa casada adúltera denunciada pelo cônjuge.


Vídeos recomendados:

Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias


Vídeos do Portal

Promoções







Mais ofertas!