BR-381: Divisa entre Minas e Espírito Santo está fechada por barreiras sanitárias. O acesso as cidades está sendo controlado e questionado DUAS VEZES! [Portal VozdoCLIENTE]

BR-381: Divisa entre Minas e Espírito Santo está fechada por barreiras sanitárias. O acesso as cidades está sendo controlado e questionado DUAS VEZES! Geral (Fonte indicada)


Barra do São Francisco já está em Lockdown e também adotou barreira na BR-381



Do site FA Notícias:

A divisa entre Espírito Santo e Minas Gerais, na BR 381, região Noroeste capixaba, está fechada por barreiras sanitárias dos dois lados. Com apoio das Polícias Militares mineira e capixaba, profissionais da saúde de Barra de São Francisco e Mantena, separadas por apenas 10km, medem a temperatura e dão orientações a quem passa pela rodovia.

A ação conjunta é resultado do agravamento da pandemia de Covid19 nos dois Estados, mas principalmente nas duas cidades. Enquanto o prefeito Enivaldo dos Anjos, de Barra de São Francisco, decretou lockdown com toque de recolher das 20 horas de um dia às 6 horas da manhã seguinte, até segunda-feira (29), em Mantena o prefeito João Rufino (PSB) preferiu apenas cumprir as determinações do Governo Estadual, que declarou onda roxa em todo o Estado.

Cepa Inglesa

Barra de São Francisco é epicentro da chamada cepa inglesa, variante do coronavírus mais letal e que contamina mais gente, principalmente jovens, e teve um crescimento de mais de 200% dos casos de Covid este mês. O Hospital Dr Alceu Melgaço Filho está com todos os leitos de Covid, inclusive as 10 UTIs, ocupados e já começa a precisar recorrer a outros municípios.

“O lockdown com toque de recolher é uma tentativa de frear a disseminação do vírus”, disse o prefeito Enivaldo dos Anjos, que elogiou o suporte que a Polícia Militar deu às equipes municipais para que fosse bem sucedido o toque de recolher na primeira noite. A cidade ficou deserta, com reflexos também na manhã desta quinta-feira, com pouquíssima gente circulando.

Agentes policiais e da saúde de Barra de São Francisco começaram também a percorrer o interior do município para fazer cumprir o decreto municipal de lockdown. No primeiro dia, na quarta-feira, as informações eram de que havia indústrias de granito funcionando na zona rural e que nos distritos o comércio estava abrindo. Indústrias e distritos estão sendo visitados pela patrulha da Covid.

Em Mantena, esta semana já morreram três das sete pessoas que esperavam vaga na UTI do Hospital São Vicente de Paulo e a população se preocupa com o aumento na circulação de pessoas pelas ruas, o que seria em decorrência da proximidade com Barra de São Francisco, que está em lockdown.

Entretanto, segundo fontes das duas cidades, esse movimento de francisquenses em Mantena é comum. O ICMS de Minas é mais baixo do que o do Espírito Santo e mercadorias na cidade mineira acabam sendo mais baratas, inclusive o etanol. Em contrapartida, a cidade capixaba é mais desenvolvida, o nível de renda é melhor e centenas de pessoas de Mantena trabalhas nas indústrias de rochas ornamentais de Barra de São Francisco.


Vídeos recomendados:

Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias