Carrefour ameaça processar autores de livro sobre caso de racismo na rede: ´graves equívocos e pode prejudicar a imagem do grupo´ [Portal VozdoCLIENTE]

Carrefour ameaça processar autores de livro sobre caso de racismo na rede: ´graves equívocos e pode prejudicar a imagem do grupo´ Geral (Fonte indicada)


O CRIME – Seguranças atacam João Alberto Freitas após desentendimento em loja do Carrefour em Porto Alegre: morte por asfixia, segundo laudo da perícia



O grupo Carrefour ameaçou processar os responsáveis pelo livro Caso Carrefour, Segurança Privada e Racismo: Lições e Aprendizados, que será lançado nesta terça-feira, 29, pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela Fenavist (Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores).

A obra, escrita pelos pesquisadores Susana Durão e Josué Correira, tem como base pesquisa sobre o assassinato de João Alberto Silveira Freitas em novembro de 2020 por seguranças de uma loja da rede em Porto Alegre (RS).

O crime ocorreu na véspera do Dia Nacional da Consciência Negra e teve repercussão no país e no exterior.

Em e-mail direcionado à reitoria da universidade, o gerente jurídico do grupo, Danilo Bonadio Bonfim, afirma que a obra “contém graves imprecisões e equívocos”. O executivo aponta que o título do livro associa o nome do Carrefour ao racismo, afirma que o trabalho utiliza documentos internos pertencentes ao grupo disponibilizados “apenas à Fenavist (nota da redação: Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores), em reunião particular” e diz que o trabalho tem “informações em desarmonia com a veracidade dos fatos e afirmações que não refletem o posicionamento do Grupo Carrefour frente ao episódio”.

“O Grupo Carrefour, com o lançamento do livro como se encontra, se reserva no direito de buscar a responsabilização criminal de todos os envolvidos, bem como adotar as medidas cíveis e inclusive reparatórias por todos os prejuízos que venham a ser causados”, conclui o diretor do Carrefour no e-mail.

A reportagem é da Revista Veja e pode ser lida na íntegra em: https://veja.abril.com.br/blog/maquiavel/carrefour-ameaca-processar-autores-de-livro-sobre-caso-de-racismo-na-rede/


Vídeos recomendados:

Curta, comente e publique direto no Facebook

Mais lidas últimos 30 dias